Febre Maculosa

A Febre Maculosa Brasileira (FMB) é uma doença letal causada pela bactéria Rickettsia ricketsii, transmitida pelo carrapato-estrela, Amblyomma spp. (Figura 1). Este hospeda-se em animais de pequeno e grande porte, tendo como principais hospedeiros no Campus Luiz de Queiroz a capivara (Hydrochoerus hydrochaeris) e, de menor importância, o gambá-de-orelha-branca (Didelphis albiventris). Dada a existência de um número considerável destes hospedeiros no campus, a população de carrapatos é grande e requer ações de manejo.

 


Figura 1. Carrapato-estrela


Devido à importância do assunto, uma série de atividades é conduzida no campus para prevenir e controlar a ocorrência da doença. Por delegação do Conselho Gestor da ESALQ-USP, essas ações são supervisionadas pela Comissão Técnica Permanente de Prevenção e Controle da Febre Maculosa. Dentre as ações estão:

  • Conscientização dos usuários do campus;
  • Monitoramento sistemático do carrapato-estrela;
  • Manejo do carrapato envolvendo diferentes métodos;
  • Avaliação do impacto dos métodos de manejo.

No Campus Luiz de Queiroz, recomenda-se a atenção da comunidade interna e de visitantes quanto à observação de avisos relativos às áreas com maior risco de infestação (placas de sinalização). Mediante a constatação de parasitismo humano por carrapatos neste campus, solicita-se a comunicação deste fato pelo acesso ao seguinte endereço: http://www.pusplq.usp.br/fichacarrapato. Isto aumentará nossa eficiência de monitoramento e controle do carrapato.

 


Visualizar ESALQ/USP em um mapa maior.

Produzido pela Siesalq

Copyright © 2015 ESALQ/USP