ESALQnovitas

Em prol de ações que incentivem a cultura empreendedora na academia, a diretoria da ESALQ reuniu, em 14/10, pesquisadores, empreendedores, professores, acadêmicos e convidados para o lançamento do “Programa ESALQnovitas – Reconhecer para empreender”.

Nesta ocasião, foram reconhecidos pesquisadores vinculados à USP/ESALQ e de entidades parceiras que realizaram solicitação de pedidos de patente, de registros de software e de cultivar no Brasil por meio da Agência USP Inovação nos últimos trinta anos.

“Trata-se do reconhecimento de atitudes proativas de docentes, pesquisadores e estudantes com a finalidade de proporcionar que novas ideias sejam desenvolvidas na Universidade de São Paulo”, comentou o diretor da instituição, professor Luiz Gustavo Nussio.

Antes das homenagens, ocorreu a apresentação “Proteção da Propriedade Intelectual: importância e procedimentos USP”. A professora Maria Aparecida de Souza, diretora técnica de Propriedade Intelectual da Agência USP de Inovação, conduziu essa apresentação.

Segundo a docente, a demanda por tecnologia é cada vez maior em nossa sociedade. “A inovação está na pauta do país e por isso a ESALQ está na vanguarda entre as instituições que valorizam ações inovadoras em eventos como este”. Ainda de acordo com Maria Aparecida de Souza, a universidade precisa, no entanto, entender que para ocorrer de fato a inovação é preciso que um produto, um processo ou um serviço represente benefícios ao bem comum. “Aquilo que desenvolvemos em laboratório precisa chegar à sociedade”.

Na sequência, fora exibido um vídeo produzido pela Divisão de Comunicação da ESALQ, em homenagem ao professor aposentado do Departamento de Genética, Flavio Cesar de Almeida Tavares. Em 1989, o professor encaminhou dois pedidos de patente à Agencia USP Inovação. Após a exibição do vídeo, o diretor e o vice-diretor da ESALQ, professores Luiz Gustavo Nussio e Durval Dourado Neto, entregaram certificados de reconhecimento pela pro-atividade do docente na proteção de propriedade intelectual dos trabalhos ora apresentados.

Entre 1989 e 2015, a ESALQ totalizou 33 pedidos de patente, dois registros de software e um registro de cultivar provenientes dos departamentos da instituição.

Os pesquisadores/empreendedores envolvidos nessas ações de incentivo à cultura empreendedora também receberam certificados de reconhecimento pela pro-atividade na proteção de propriedade intelectual.

Clique no arquivo PDF abaixo e confira a relação completa de pedidos de patentes, registros de softwares e de cultivar do período citado.

 

Produzido pela Siesalq

Copyright © 2015 ESALQ/USP