José Otávio Machado Menten recebe homenagem da diretoria da Esalq

Graduado em Engenharia Agronômica pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (USP/Esalq), na turma de dezembro de 1973, o professor do Departamento de Fitopatologia e Nematologia (LFN), José Otávio Machado Menten, aposentou-se após 47 anos de Universidade de São Paulo.

Após se formar, Menten manteve o vínculo com a ESALQ e começou a trabalhar no Instituo Agronômico. “Fiquei muito pouco tempo no Instituto Agronômico e fui contratado pela Embrapa. Embora tivesse iniciado naquela época, como eu demonstrei muito interesse em me aprimorar, eles me liberaram para começar, imediatamente, a pós-graduação. Então eu continuei prestando alguns serviços para a Embrapa durante sete anos, mas depois fui contratado pelo Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA)”. O professor ficou até 1985 no CENA, quando veio para a ESALQ e assumiu o ensino na Fitopatologia. Após isso, o docente realizou algumas atividades de pós-doutorado, consultorias, foi vereador, secretário de Agricultura e, durante dois anos, ocupou o cargo de diretor executivo da Associação Nacional de Defesa Vegetal (ANDEF). “A Esalq é minha raiz. Meu interesse sempre foi trabalhar com ensino, pesquisa e extensão aqui na Esalq. Então tive essas oportunidades, mas sempre retornei para cá”, disse Menten.

O docente tem experiências em diversas áreas, como: Patologia de Sementes; Diagnose e Controle de Doenças de Plantas; Resistência de Plantas a Patógenos; Fitossanidade; Epidemiologia de Doenças de Plantas; Biologia; e Fisiologia de Microrganismos. “Fui representante da Esalq no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), durante seis anos, e atuei como coordenador do curso de Engenharia Agronômica, assumindo depois algumas disciplinas que não eram diretamente ligadas à Fitopatologia, a principal delas é Introdução à Engenharia Agronômica e a outra disciplina, Produtos Fitossanitários”, concluiu.

No dia 04 de outubro de 2017, o docente foi homenageado e recebeu das mãos do diretor da ESALQ, Luiz Gustavo Nussio, o Termo de Reconhecimento pelas contribuições à Escola. Menten pretende manter o vínculo com a Esalq e conciliar algumas atividades. “Creio que da para compatibilizar as coisas. Gostaria de continuar com algumas atividades no ensino de graduação, mas também alguma pesquisa, orientação e um pouco de extensão”, finalizou o docente.

Texto: Caio Nogueira | Revisão: Caio Albuquerque
01/11/2017

Luiz Gustavo Nussio e José Otávio Machado Menten (crédito: Gerhard Waller)

Produzido pela Siesalq

Copyright © 2015 ESALQ/USP