Projeto pioneiro completa 20 anos de estrada

Editoria: 

Era o ano de 1997 quando o professor titular do então Departamento de Economia e Sociologia Rural (hoje Economia, Administração e Sociologia) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (USP/ESALQ), José Vicente Caixeta Filho, decidiu divulgar os resultados de seus estudos que analisavam dados sobre fretes de transporte de cargas agrárias em uma publicação inédita e específica. A necessidade se impunha pois era nítida a discrepância entre os índices publicados pelas instituições oficiais e os que, de fato, eram praticados pelos agentes do mercado.

Em suas pesquisas, o enfoque dado pelo professor José V. Caixeta Filho sempre buscou ser mais amplo e aprofundado, com objetivo de levantar rotas e produtos, discriminando os valores ao longo do tempo e com a intenção de ser mais confiável para ser utilizado na alimentação de um modelo matemático eficiente.

Nessas condições, foi publicada em maio de 1997 a primeira edição do Sistema de Informação de Fretes para Cargas Agrícolas (SIFRECA), que completa 20 anos como referência científica de dados sobre valores praticados no transporte de produtos agrícolas.

Para Caixeta, o SIFRECA “é um projeto que se justificou, inicialmente, para fornecer dados de frete para a alimentação de modelos matemáticos de roteirização. Com o passar do tempo, se tornou uma referência do mercado para o devido balizamento de negociações de fretes, principalmente agrícolas”.

Inicialmente distribuído no formato de um folheto, o SIFRECA hoje é uma publicação multiplataforma, com diversas opções para consulta. É possível conferir as informações pelo site, pelo informativo impresso e também pelo aplicativo para dispositivos móveis. Com uma ampla rede de informantes presentes nas diversas regiões do país, a ferramenta conta com a participação de cerca de 40 pesquisadores do Grupo ESALQ-LOG, que coletam os valores de fretes em todo o Brasil e fornecem as informações que serão usadas por profissionais da área logística, transportadoras e agentes do setor agroindustrial. Atualmente, vêm sendo analisados e acompanhados os mercados de fretes de mais de 50 produtos distintos, dentre os quais destacam-se: açúcar, fertilizantes, algodão, café, calcário, farelo de soja, milho, óleo de soja, etanol e combustíveis claros, como gasolina e óleo diesel. Além disso, são coletadas, semanalmente, aproximadamente 5.000 informações de fretes em rotas de abrangência nacional.

“Quase 20 anos depois, o SIFRECA disponibiliza informações cada vez mais representativas de valores de fretes, tendo em vista um árduo trabalho de coleta por parte de nossos pesquisadores, assim como a acolhida cada vez maior de nossos informantes, grupo composto por transportadores, embarcadores e traders entre outros” aponta Caixeta.

O banco de dados do SIFRECA oferece não só a possibilidade de cálculo de fretes, mas também a análise de diversas informações essenciais para a tomada de decisões do setor logístico. Atingir a marca de 20 anos comprova sua eficiência bem como sua utilidade, possibilitando que os profissionais da área tenham acesso às principais informações relacionadas ao mercado de fretes.

O aplicativo do Sifreca está disponivel para download no googleplay e na applestore. Saiba mais em http://sifreca.esalq.usp.br/

Amanda Wendland – estagiária de jornalismo | revisão: Caio Albuquerque (09/08/2017)

O aplicativo do Sifreca está disponível para download no Googleplay e na Applestore (crédito: Leo Carlim)

Produzido pela Siesalq

Copyright © 2015 ESALQ/USP