Professora Solange Brazaca recebe homenagem da diretoria da Esalq

Solange Guidolin Canniatti Brazaca graduou-se nutricionista em 1985, na Faculdade de Saúde Pública da USP. Iniciou suas atividades em 1986 como docente no extinto curso de Economia Doméstica da Esalq, ministrando disciplinas na área de nutrição e dietética. “Minha área de atuação sempre foi verificar a composição dos alimentos em relação ao valor nutricional. Seja carne, leite, ovos, vegetais, grãos, meu trabalho teve foco na interação entre nutrientes”.

Ligada ao Departamento de Agroindústria, Alimentos e Nutrição, participou das discussões sobre a criação de outros cursos ligados à área de alimentos. “Foi levantada a possibilidade de criação de diversos cursos e resolveu-se criar o de Ciências dos Alimentos”.

Concluiu o mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela Esalq (1989), o doutorado em Ciência dos Alimentos na Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP (1994) e a Livre docência em 2007.

Durante sua trajetória, a professora destaca duas frentes de trabalho nas quais esteve envolvida. “Gosto de mencionar àqueles estudos sobre a interação entre proteínas e polifenóis, creio ser um tema bastante relevante. Também tem a questão do aproveitamento de subprodutos das indústrias de alimentos. É um problema grande a ser solucionado, pois desprezamos grande quantidade de material com potencial de nutrientes que ainda podem ser explorados. Coordenei muitos projetos nessa linha e, nesses projetos de aproveitamento, além de conseguirmos aproveitar o nutriente, ainda resolvemos um problema ambiental a partir do descarte do produto. Isso ainda minimiza os custos do processo”.

Após trinta e dois anos envolvida com ensino, pesquisa e extensão, Solange revela sua grande motivação. “O que sempre me deu motivação foi atuar com pesquisa e orientar estudantes na pós-graduação, pois a todo momento estamos discutindo novas metodologias e procedimentos. É muito prazeroso depois encontrarmos ex-alunos lecionando e ajudando na formação de outros profissionais”. Até o final de 2018, seguirá orientando seus últimos orientados na Pós. “Tenho 4 no mestrado e 2 no doutorado para finalizar e depois não pretendo continuar na área acadêmica. Estou dando um pouco mais de tempo para mim também”.

Com a chegada da sua aposentadoria, no último dia 20 de abril de 2018, a docente recebeu, das mãos do vice-diretor da Esalq, professor Durval Dourado Neto, um Termo de Reconhecimento pela trajetória desenvolvida na Universidade de São Paulo.

Texto: Caio Albuquerque (23/0/2018)

Durval Dourado Neto e Solange Guidolin Canniatti Brazaca (crédito: Gerhard Waller)

Produzido pela Siesalq

Copyright © 2015 ESALQ/USP