ESALQ sedia 1º Workshop Brasil-Austrália

Editoria: 

Para ampliar o intercâmbio de estudos e pesquisas em tecnologia agrícola entre Brasil e Austrália, promover e explorar novas abordagens de interação entre os dois países, será realizado na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (USP/ESALQ) o 1º Workshop Brasil-Austrália. O evento reunirá, entre os dias 16 e 17 de maio de 2017, cerca de 80 convidados e contará com apresentações de representantes da academia, centros de excelência e indústria australianos e brasileiros reconhecidos por seus estudos e trabalhos no setor.

Muito semelhantes em vários aspectos como o clima quase idêntico, cada país tem se aprimorado com tecnologias próprias que podem auxiliar a ambos, ampliando assim, suas relações e trocas. Dessa forma, entre os principais pilares de discussão encontram-se temas como agricultura de precisão, genética e nutrição animal e biossegurança.

No primeiro dia do evento, com programação prevista entre 13h00 e 18h35, serão apresentados painéis de discussão. No segundo dia de atividades, entre 08h00 e 12h30, irão se reunir palestrantes e público em workshops segmentados em cada uma das áreas a serem debatidas. Toda a programação ocorrerá na Sala da Congregação, no Edifício Central da ESALQ.

Palestras do dia 16 de maio

Painel 1: Oportunidades de financiamento Brasil-Austrália – Moderado pelo presidente da Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional, Raul Machado, com participação de um representante do governo australiano e do assessor especial da Diretoria Científica da FAPESP, Hernan Chaimovich.

Painel 2: Agricultura de Precisão – Agricultura e horticultura remota – análise de senso e dados - Moderado pelo professor de Departamento de Engenharia de Biossistemas da ESALQ, Leandro Gimenez.

Tema: Aplicações de Sensoriamento Remoto para a Indústria Agrícola Brasileira, pelo professor associado da Escola de Ciência e Tecnologia, Pesquisador do Grupo de Agricultura de Precisão da Universidade de New England, Andrew Robson.

Tema: Aplicações na agricultura da análise de dados, aprendizagem de máquinas e visão computacional, pelo professor de Ciência da Computação da Charles Sturt University, Chang-Tsun Li.

Painel 3: Tendências da pecuária e inovações - Moderado pelo diretor assistente, pesquisador e desenvolvedor da Embrapa, Alexandre Berndt.

Tema: Sistemas de gado e pesquisa genética na UNE e criação de gado na era da próxima geração de sequenciamento, pelo professor associado da Universidade de New England, Cedric Gondro.

Tema: Avaliação genética internacional - como o meu gado realmente se compara com o do restante do mundo?, pelo diretor geral do Agricultural Business Research Institute (ABRI), Hugh Nivison.

Tema: Gestão da pecuária de precisão, pelo diretor do Graham Centre for Agricultural Innovation da Charles Sturt University, Michael Friend.

Painel 4: Sustentabilidade e biossegurança - Moderado pela pesquisadora do Centro de Pesquisas Avançadas em Economia Aplicada da ESALQ, Silvia Miranda.

Tema: Biossegurança com foco no manejo de ervas daninhas, com a professora pesquisadora de Biologia Vegetal e Ciência de Ervas daninhas da Escola de Ciências Agrícolas e do Vinho da Charles Sturt University, Leslie A. Weston.

Tema: Controles biológicos na agricultura, com o engenheiro agrônomo e gerente de negócios internacionais da Simbiose Brasil, Gustavo Valicente.

A realização é da Australian Trade and Investment Commmission (Austrade) e do Serviço de Atividades Internacionais (SVAINT) da ESALQ.

Informações pelo telefone (19) 3429-4419.

 

Alicia Nascimento Aguiar

MTb 32531

15/05/2017

1º Workshop Brasil-Austrália (Foto: Divulgação)

Produzido pela Siesalq

Copyright © 2015 ESALQ/USP