Esalq renova parceria com instituições da Noruega

Editoria: 

A Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (USP/Esalq) recebeu, na semana entre 27 de novembro e 1º de dezembro, uma comitiva de pesquisadores da Noruega. Na ocasião, estiveram em Piracicaba (SP) representantes do Norwegian Institute of Bioeconomy Research (NIBIO) e Norwegian University of Life Sciences (NMBU).

“O objetivo é renovar a parceria que temos com essas instituições e aprimorar nossa aproximação a partir do envio de estudantes e estabelecimento do programa de dupla titulação”, explica a professor Helaine Carrer, presidente da Comissão de Atividades Internacionais da Esalq.

Vitor Isaias Silva, estudante de Gestão de Ambiental, esteve na Noruega entre janeiro e julho de 2017. “Desenvolvi um projeto na área de patologia de insetos, utilizando fungos entomopatogênicos no controle de pulgão na cultura do trigo. O país é bem desenvolvido, destinam muita verba para pesquisa na área agronômica”, comentou o estudante, orientado pelo professor Italo Delalibera Junior, do departamento de Entomologia e Acarologia.

Na Esalq, Delalibera coordena os trabalhos do convênio com as instituições da Noruega. “A renovação desse acordo prevê o desenvolvimento de pesquisas em parceria na área de controle biológico, de maneira que a parceria tem se consolidado com o envio de missões de trabalhos com pesquisadores e estudantes brasileiros indo para lá, ao mesmo tempo em que recebemos os noruegueses”.

Ingeberg Kingem, pesquisadora do NIBIO, falou sobre a importância dessa colaboração. “É muito importante esse intercâmbio entre estudantes. Além disso, a Esalq tem publicado trabalhos de impacto internacional, de maneira que dialogar com pesquisadores do Brasil, um país que tem uma atividade agrícola tão significativa, será importante para nós conhecermos como são trabalhadas, por exemplo, as alternativas para os defensores agrícolas”.

O vice-diretor da Esalq, professor Durval Dourado Neto, que recebeu os visitantes na quarta-feira, 29/11, reforçou a relevância da parceria. “É sempre importante termos acordos com instituições europeias, sobretudo em modelos de parceria nos quais ocorrem troca de conhecimento, envio de professores e estudantes, além da formação de pessoal em nível de doutorado, como prevê especificamente este com a Noruega”.

 

_____________________
Caio Albuquerque

Mtb 30356 | 29/11/2017

Comitiva do país europeu esteve em Piracicaba (Foto: Gerhard Waller)

Produzido pela Siesalq

Copyright © 2015 ESALQ/USP