Esalq recebeu a visita de alunos da Universidade de Agricultura de Tóquio

Editoria: 

Promover recursos humanos que causem impacto global, expandir o alcance da educação universitária e estabelecer conexões. Este é o Re-Inventing Japan Project, iniciativa que concede aos estudantes japoneses a oportunidade de estudar no exterior e, estrategicamente, recebe estudantes estrangeiros para estudar no Japão.

A ação é uma parceria da Tokyo University of Agriculture com quatro universidades parceiras da América Latina (Universidad Autónoma Chapingo, Universidade Federal Rural da Amazônia, Universidad Nacional Agraria La Molina e Universidade de São Paulo).

Essa semana, a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq/USP), recebeu um grupo de alunos e o professor Bumpei Limori, da Tokyo University of Agriculture. Os estudantes, Mitsuki Machii Agricultura, Yukiko Sato – Economia Ambiental de Alimentos, Hina Inoue – Química Agrícola, Tatsuya Kato e Aoi Ohshima – Desenvolvimento Agrícola Internacional, foram recebidos pelo vice-diretor da instituição, professor Durval Dourado Neto, pela presidente da Comissão de Atividades Internacionais, professora Helaine Carrer e pelo professor do Departamento de Entomologia e Acarologia, Celso Omoto.

A chefe do Serviço de Relações Internacionais, Susy Ramos, falou sobre a importância desse projeto para a Esalq. “Essa ação já existe há algum tempo e todo ano recebemos os estudantes de Tóquio, que ficam uma semana aqui para conhecer a Esalq e, provavelmente, alguns desses alunos voltarão para estudar ano que vem, durante o período de um ano, enquanto os nossos alunos, dentro desse projeto, seguem para Tóquio apresentar o trabalho em um congresso, juntamente com um professor, durante 15 dias”.

Além de aulas, o grupo visitou laboratórios e conheceu locais turísticos da cidade. “É interessante receber os orientais, porque o interesse deles pela cultura brasileira é grande e, no programa de visitas, procuramos colocar cooperativas e restaurantes com comidas brasileiras, justamente para ter um contato maior com a cultura típica do nosso país”, disse Susy.

Os estudantes participaram, na parte final do programa, do Workshop Japanese Culture, oportunidade na qual trocaram conhecimentos de suas culturas com os alunos da Esalq. A professora de português dos japoneses, Guiomar Elisa Pardi, orientava, junto com os visitantes, os alunos da Esalq a escreverem, com a ajuda das tabelas dos alfabetos Hiragana, Katakana e Kanji que os japoneses fizeram.

A aluna Yukiko Sato, disse o quanto a experiência de visitar a Esalq é gratificante. “Em comparação a Universidade do Japão, tudo aqui é muito diferente, a nossa experiência tem sido incrível”. O professor Bumpei concordou com a aluna e complementou que essa oportunidade de conhecer a universidade é muito boa.

Para saber mais sobre o projeto, acesse o link http://tenkai.nodai.ac.jp/pt/index.html .

Texto: Gabriela Martins Spolidoro | Estagiária de Jornalismo

Revisão: Caio Albuquerque

31/08/2018

 

Workshop Japanese Culture, trocarando conhecimentos das culturas japonesas com os alunos da Esalq (crédito: Gerhard Waller)
Japoneses ensinando os alunos da Esalq a escrever em japonês (crédito: Gerhard Waller)
Imagem 3: 
Legenda 3: 
Alunos durante o Workshop Japanese Culture (crédito: Gerhard Waller)

Produzido pela Siesalq

Copyright © 2015 ESALQ/USP