ESALQ integra calendário comemorativo dos 250 anos de Piracicaba

A partir do próximo dia 1º de agosto, tem início o calendário comemorativo dos 250 anos de Piracicaba.  As festividades foram organizadas pela prefeitura municipal, a partir de uma comissão com representantes do poder público; educação e universidades; trabalhadores e empresariado; e sociedade civil, entre elas a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (USP/ESALQ).

Em 1º de junho, por ocorrência das comemorações dos seus 116 anos, a ESALQ organizou um ato cívico em homenagem também ao município. Em agosto, o Museu Luiz de Queiroz abrigará duas exposições fotográficas organizadas pelo Instituto Histórico e Geográfico de Piracicaba (IHGP) e o Coral Luiz de Queiroz apresentará, no dia 30/8, as 20h, no Salão Nobre, o espetáculo “Cantando Piracicaba 250 anos”.

Entre os dias 10 e 21 de agosto, o público poderá conferir no Museu da ESALQ a mostra "Piracicaba, Passado e Presente", que traz conjuntos de fotos de diferentes locais da cidade (Rua do Porto, escolas, igrejas, centro, ruas tradicionais, estações de trem, pontes etc.). A exposição está organizada em módulos com 2 fotos, sendo um registro feito entre as décadas de 1930 e 1950 e a outra foto, no mesmo lugar, feita em 2013. Segundo os organizadores, a intenção é mostrar como a cidade mudou desde o início do século 20 até início do século 21. Trata-se de uma saudosa oportunidade para reviver lembranças e memórias dos habitantes mais longevos e apresentar um pouco da história da cidade aos mais novos. Estas fotos são do acervo do IHGP, com curadoria de Carolina Martin

A segunda exposição, que fica no Museu Luiz de Queiroz entre os dias 22 de agosto e 1º de setembro, tem como título "Bairros de Piracicaba" e, claro, traz imagens diversas sobre localidades piracicabanas. Entre os bairros fotografados está o Tanquã, com fotos atuais dos diversos pássaros que habitam o "pantanal piracicabano" às margens do rio Piracicaba represado, naquela área, pela Represa de Barra Bonita. Outro bairro em destaque é o Tupi, já com fotos antigas da estação de trem, da escola, dos costumes e personagens que habitaram o bairro no início do século 20, como também algumas fotos mais atuais. De acordo com o IHGP, a intenção é destacar dois bairros afastados do centro da cidade que têm sua dinâmica e cultura próprias e, muitas vezes, são pouco visitados ou até mesmo desconhecido dos próprios piracicabanos. As fotos são de acervos particulares com curadoria de Carolina Martin.

Confira anexo o calendário comemorativo dos 250 anos de Piracicaba.

Texto: Caio Albuquerque (31/07/2017)

Edifício Central da ESALQ fotografado em 1932 (acervo IHGP)

Produzido pela Siesalq

Copyright © 2015 ESALQ/USP