Empresários canadenses visitam a ESALQ

Editoria: 

A Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (USP/ESALQ) recebeu, no dia 04 de maio,  a visita da delegação de empresários (startups) do Canadá, para estabelecer colaboração em pesquisa e desenvolvimento com a ESALQ e oportunidades de negócios no setor de Tecnologia para a Agricultura (AgTech) entre empresas do Canadá e Brasil, por meio da sua incubadora ESALQTec.

A ESALQTec Incubadora Tecnológica é um órgão que atua junto à ESALQ como um centro de apoio a empreendedores da área Tecnológica ligadas ao Agronegócio no desenvolvimento de seus negócios. A incubadora procura incentivar e dar suporte a criação de startups, micro e pequenas empresas de inovação que atendam os gargalos de desenvolvimento tecnológico no mercado nacional, gerando produtos, processos e serviços baseados em tecnologia incremental e avançada. Atualmente, a ESALQTec conta com mais de 70 empresas, entre residentes, associadas e em pré-incubação que desenvolvem projetos nas áreas de que desenvolvem projetos de TI, entomologia, biogás e controles biológicos.

O professor Mateus Mondin, presidente do Conselho Deliberativo da ESALQTec, esteve presente na visita e apresentou a incubadora aos visitantes. “Nesse dia, vamos mostrar um pouco do nosso trabalho na ESALQ, apresentar resultados do que a ESALQTec vem desenvolvendo por meio do trabalho do Gerente Executivo Sérgio Barbosa”, disse Mondin.

O presidente da ESALQTec destacou a importância dessa aproximação entre brasileiros e canadenses. “Para nós, entender, compreender e identificar essas sinergias, permitirá com que convênios e parcerias sejam estabelecidas, desenvolvimento de tecnologias sejam formadas e, também, atrair negócios daquele país para se estabelecer em Piracicaba.

A delegação do Canadá foi representada por Marcio Francesquine, assessor comercial do Governo do Canadá no Brasil para o Agronegócio. Francesquine destacou que o maior objetivo é estabelecer o contato entre pequenas empresas canadenses e pequenas empresas brasileiras, já que ambos são líderes em agronegócio. “A mentalidade é que os dois países vão ter que, em algum momento, alimentar o crescimento do mundo, e sem tecnologia isso não será possível. Brasil e Canadá estão bem posicionados para trabalharem juntos para proporcionarem esse aumento de produtividade”, disse o assessor.


Texto: Caio Nogueira

Revisão: Alicia Nascimento Aguiar

Visita da delegação de empresários canadenses (Foto: Gerhard Waller)

Produzido pela Siesalq

Copyright © 2015 ESALQ/USP