Docentes da Esalq participam de debates na televisão

 

Produzir conhecimento, formar profissionais capazes de contribuir com as demandas sociais e levar a população saberes que possam ser compartilhados afim de incrementar o debate acerca de questões que despertam interesse global. Entre outras, essas são algumas das principais atribuições nas quais estão envolvidos docentes e pesquisadores da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP).

Neste mês de julho, José Roberto Postali Parra, do departamento de Entomologia e Acarologia, e José Otávio Machado Menten, do departamento de Fitopatologia e Nematologia, tiveram importantes participações em programas de TV.

Parra esclareceu telespectadores do Globo Rural, nas edições de 1º (Assista) e 8 de julho (Assista), acerca da implantação de programas de controle biológico.

Especialista há quatro décadas no assunto, Parra também incrementou o diálogo na noite da última terça-feira, 10 de julho, no programa Debate, do Canal Futura, que tratou do PL 6299/2002, projeto de lei elaborado pelo atual ministro da agricultura, Blairo Maggi, que trata da produção, aplicação e riscos no uso de agrotóxicos no Brasil. A participação neste último programa ocorreu a partir da parceria do Futura com a Divisão de Comunicação / TV USP Piracicaba. (Assista). A participação do professor Parra ocorre a partir de 41' 42''.

Para debate o mesmo assunto, ainda em junho o professor Celso Omoto participou do programa Entre Aspas, da Globo News (Assista) ou clique aqui.

Em 3 de julho, o professor Menten participou do programa Panorama, da TV Cultura. Naquela emissora, além de docente na Esalq, Menten esteve como presidente do Conselho Científico Agro Sustentável. (Assista).

Globo Repórter – Nesta sexta-feira, 13 de julho, a Esalq também estará representada, no Globo Repórter, pelo professor Severino Matias de Alencar, do departamento de Agroindústria, Alimentos e Nutrição. Na ocasião, o docente abordará as pesquisas com frutas nativas da Mata Atlântica. (Assista).

Texto: Caio Albuquerque (12/07/2018)

Controle biológico, frutas da Mata Atlântica e agrotóxicos foram os temas abordados (layout: Gerhard Waller)

Produzido pela Siesalq

Copyright © 2015 ESALQ/USP