Agrodestaque entrevista Letícia Trevizan

Editoria: 

Trajetória e atuação profissional.

Sou formada em Ciências dos Alimentos na Esalq na turma de 2014 e, na semana da minha colação de grau, descobri que estava empregada. Desde então, trabalho na Arcor do Brasil como Analista de Assuntos Regulatórios.

Posso dizer que as oportunidades que tive na Esalq, foram um diferencial para minha colocação no mercado de trabalho com tanta rapidez logo após minha formação.

No final do ano passado finalizei meu MBA em Gestão de Projetos também pela Esalq.

 

Fale um pouco sobre suas atuais atribuições.

Me dedico à área de assuntos regulatórios e minha principal atribuição é garantir que todos os produtos na empresa cumpram as normativas brasileiras vigentes e também dos países que exportamos. Faço isto por meio da análise de formulações, conferência de rotulagem, confecção de documentos para regularização dos produtos na ANVISA e também registros de produtos nos países que a Arcor exporta.

 

Quais os principais desafios desse setor?

Acredito que o principal desafio na área de regulatórios é também um dos principais desafios da Indústria de Alimentos. O mundo regulatório dita as diretrizes que a indústria deve cumprir e, atualmente, estamos vivendo um marco regulatório no Brasil e no mundo, a partir de todas as discussões que estão em pauta neste setor, como os alergênicos, revisão da rotulagem nutricional, redução de açúcares, publicidade infantil, organismos geneticamente modificados, etc. 

 

Que tipo de profissional esse mercado espera?

O mercado espera um profissional atento e que se antecipe a todas as tendências que estão em discussão, que saiba interpretar uma normativa e dar a orientação e que principalmente saiba dizer "não" embasado em uma coerente justificativa em uma reunião estratégica.

 

Texto: Gabriela Martins Spolidoro | Estagiária de Jornalismo

Revisão: Caio Albuquerque

Entrevista concedida em 15/08/2018

Letícia Trevizan é Analista de Assuntos Regulatórios (crédito: acervo pessoal)

Produzido pela Siesalq

Copyright © 2015 ESALQ/USP